13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi

O Conselho de Governadores do Prêmio Anual da Academia, desqualificou um dos quatro mixadores de som do filme de guerra de Michael Bay, “13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi“, de uma indicação.

Greg P. Russell, que trabalhou no filme e foi para o prêmio, foi removido da lista de por uma alegada violação dos regulamentos da campanha da Academia.

Russell havia chamado os membros do ramo de som durante a fase de nomeações para torná-los conscientes de seu trabalho no filme, uma violação direta dos regulamentos de campanha que proíbem lobbying telefone.

O conselho de diretores da Academia votou na quinta-feira para agir de acordo com a recomendação do comitê executivo do ramo de som. Um candidato adicional do filme não substituirá Russell.

Três outros mixers do filme Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Mac Ruth, continuam em disputa pelo prêmio e estão de encontro a equipes de “Arrival“, “Hacksaw Ridge“, “La La Land” e “Rogue One: A História de Star Wars“.