Kong: A Ilha da Caveira | Diretor explica porque se inspirou em “Princesa Mononoke”

Kong A Ilha da Caveira Novos cartazes do filme
Kong A Ilha da Caveira

O diretor Jordan Vogt-Roberts falou com JoBlo esta semana e revelou que a “Princesa Mononoke” de Hayao Miyazaki também teve uma grande influência no filme, nomeadamente no design e comportamento das criaturas que habitam a biosfera em Kong: A Ilha da Caveira.

As criaturas são uma grande coisa. O mundo jurássico obviamente possui a coisa do dinossauro agora. Se Kong é o Deus desta ilha, queríamos que cada uma das criaturas se sentisse como deuses individuais de seu próprio domínio. Miyazaki e Princesa Mononoke era realmente uma referência grande na maneira que as criaturas do espírito classificam de têm seus próprios domínios e cabem nisto”. Ainda falou mais, “Uma grande coisa era tentar projetar criaturas que se sentiam realistas e poderiam existir em um ecossistema que se sente meio selvagem e lá fora, e também projetar coisas que simultaneamente se sentiam belas e horrorosas ao mesmo tempo. Onde se você olhar para esta aranha gigante ou búfalo de água, você olha, uma parte de você diz, ‘que é a coisa mais incrível que eu já vi’ e ‘oh meu Deus, isso vai me matar agora, eu preciso Para correr pela minha vida!

A Sinopse: ‘Kong: A Ilha da Caveira‘ recria a origem do mítico Kong numa aventura original emocionante dirigida por Jordan Vogt-Roberts. No filme, um eclético time de exploradores se aventura nas profundezas de uma desconhecida ilha do Pacífico, a Ilha da Caveira – tão bela quanto traiçoeira – sem saber que estão invadindo os domínios dos reis dos símios, o mítico Kong. 

Com Brie Larson, Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson, Thomas Mann, Corey Hawkins, John Goodman, Toby Kebbell, John C. Reilly e Jason Mitchell, Kong: Skull Island (título original) chega aos cinemas no dia 9 de março.